A doença que atinge a geração Z

Se você nasceu a partir dos anos 80, cuidado! Você está perto de conhecer a doença que atinge a geração Z e ser infectado por ela, essa geração de pessoas são as nascidas a partir dos anos 90 e conhecidas como geração Z.

Desde 1969, ano de invenção da internet e sua constante evolução, a vida das pessoas começou a ser mais prática e acomodada. Ao invés de pesquisar em enciclopédias e bibliotecas, as pessoas passaram a utilizar os sites de pesquisa, ao invés de ir ao banco pagar uma conta, as pessoas passaram a utilizar os aplicativos em seus smartphones, e antes de aprender a escrever, as pessoas aprendem a digitar primeiro.

Todas essas facilidades e tecnologias, nunca imaginadas há 30 ou 40 anos atrás tem jeito de “boazinhas”, mas ninguém imagina o mal que podem causar em um ser humano. Não entendeu? Então eu explico.

Saúde prejudicada

como-cuidar-de-problemas-gastrointestinaisFazer tudo de casa, através smartphone ou pelo notebook aparenta ser perfeito, mas a partir do momento que um indivíduo abre mão do simples fato de ir ao banco pagar uma conta, ou até à banca comprar o jornal do dia, ele está prejudicando sua saúde. Passar a maior parte do dia com o smartphone nas mãos, também.

Estudos médicos revelam que a tecnologia e o vício de um indivíduo à ela podem causar: síndrome do toque fantasma, Nomophobia, antisocialismo, etc. A Síndrome do toque fantasma se caracteriza pela ação de o cérebro de fazer o indivíduo ter a impressão que seu celular está vibrando, sem de fato estar; a Nomophobia é caracterizada pela ansiedade de o indivíduo não ter acesso a um dispositivo móvel; o anti socialismo é causado pela falta de diálogos entre duas pessoas, pois o smartphone prendem mais a atenção.  Além disso, também podem aparecer problemas de saúde, como stress, depressão, vista cansada, inatividade, tendinite, etc.

Fim das relações humanas

smartphoneO frequente uso das redes sociais para se comunicar pode ser prejudicial, pois não há uma relação humana, as relações se tornam mais frias e distantes, com a possibilidade de conversar com quem está longe acaba perdendo a chance de se socializar com que está perto, consequentemente pode trazer ao individuo dificuldade no trabalho e na vida pessoal, pois terá dificuldades em se expressar apropriadamente.

Não conseguem ouvir não.

mulher_surpresaNascidos em uma época privilegiada economicamente, a geração Z tem mais facilidades em obter uma vida melhor por intermédio dos pais. Portanto a nova geração encontra dificuldade com as palavras negativas e frustrações, a geração anterior não pôde estudar em um período adequado e então tiveram que trabalhar desde cedo, o que os tornou pessoas mais responsáveis quando tinham a mesma idade da geração Z.

Como resolver esse problemas?

Os problemas com a geração Z pode ser resolvidos ou amenizados com mais debates sobre as consequências negativas de se usar muito as redes sociais, através da escola, incitar no aluno uma autocritica quanto aos comportamentos de sua geração. É fundamental também que haja um acompanhamento dos pais e mostrar os aspectos positivos de sua geração para que se perpetuem valores que os tornem mais responsáveis e mais fortes diante das frustrações.

Para mudar este jogo, existem algumas coisas que membros da geração Z precisam aprender.

1# O SUCESSO NÃO VEM RÁPIDO

sucessoO mundo não é tão fácil quanto um game de fases. Até chegar a fazer o que gosta (e ser bem remunerado por isso) você terá que se dedicar a fazer muita coisa que detesta. Grandes carreiras consomem anos de suor, lágrimas e sangue para se construir. Até mesmo os gênios do empreendedorismo levaram décadas, erraram bastante, até terem uma ideia que realmente deu certo. Com o sucesso, eles ainda lidam diariamente com muito mais problemas do que louros da fama.

2# ACEITE CRÍTICAS

728px-accept-criticism-with-grace-and-appreciation-step-1Paul Harvey, professor da Universidade de New Hampshire, nos Estados Unidos, fez uma pesquisa onde concluiu que esta geração tem “expectativas fora da realidade e uma grande resistência em aceitar críticas negativas” e “uma visão inflada sobre si mesmo”. Ele diz que “uma grande fonte de frustrações de pessoas com forte senso de grandeza são as expectativas não alcançadas. Elas geralmente se sentem merecedoras de respeito e recompensa que não estão de acordo com seus níveis de habilidade e esforço, e talvez não obtenham o nível de respeito e recompensa que estão esperando”.

3# VEJA SE VOCÊ TEM SENSO DE GRANDEZA

senso-de-grandezajpgPara aqueles contratando membros desta geração, Harvey sugere fazer a seguinte pergunta durante uma entrevista de emprego: “Você geralmente se sente superior aos seus colegas de trabalho/faculdade, e se sim, por quê?”. Ele diz que “se o candidato responde sim para a primeira parte mas se enrola com o porquê, talvez haja um senso inflado de grandeza. Isso é por que a percepção da grandeza é geralmente baseada num senso infundado de superioridade e merecimento. Eles são levados a acreditar, talvez por causa dos constantes e ávidos exercícios de construção de autoestima durante a infância, que eles são de alguma maneira especiais, mas na maioria das vezes faltam justificativas reais para essa convicção”.

4# MANTENHA SUA AMBIÇÃO

goldfish jumping out of the water

goldfish jumping out of the water

Embora pareça um adjetivo negativo, ela é mais que necessária caso você queira buscar algo a mais na sua carreira ou na vida. Acomodar-se com as circunstâncias não fará você destacar-se no que faz. Ainda que você não saiba ao certo o que fazer, com tempo, ambição e determinação, isso virá a sua cabeça.

5# VOCÊ NÃO É ESPECIAL (AINDA)

diferenteEmbora você possa construir um império, tenha uma ideia genial, torne-se muito rico e famoso no que faz, agora você não passa de um jovem inexperiente sem muita coisa a oferecer. Trabalhe duro, dedique-se por um bom tempo e, quem sabe, você chega lá?

6# A GRAMA DO VIZINHO NÃO É TÃO VERDE QUANTO VOCÊ PENSA

a-grama-01Esqueça o oba-oba das redes sociais em que mostram as pessoas sempre felizes e vivendo uma vida dos sonhos. Saiba que todas estas pessoas são igualmente indecisas como você, duvidando de suas potencialidades e frustradas. Se você se dedicar as suas coisas, não restará tempo para invejar os outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *